Big Hit Entertainment registra aumento nos lucros durante a pandemia e anuncia novidades


  • 13/08/2020 - 17:12
  • Compartilhe:

A gravadora Big Hit Entertainment, casa de nomes como BTS e TXT, divulgou dados sobre o faturamento da empresa e anunciou novidades de seus artistas, nesta quinta-feira (13).

As informações foram dadas durante um evento online em que a Big Hit compartilhou dados sobre o faturamento da empresa na primeira metade de 2020. Segundo os executivos da gravadora, os lucros da empresa no primeiro semestre deste ano superaram o faturamento do mesmo período no ano passado, mesmo com a pandemia do coronavírus e o adiamento dos shows do BTS. Bang Sihyuk, CEO da empresa, informou que a gravadora conseguiu compensar as perdas da pandemia com venda de discos, singles e de shows online.

A Big Hit informou que registrou 49,7 bilhões de won (cerca de R$226 milhões) em lucro operacional e 294 bilhões de won (cerca de R$1,3 trilhão) de receita no primeiro semestre de 2020. O valor supera em 27,1% o lucro operacional e 46,9% em receita se comparado com o primeiro semestre de 2019.

Além das lives pagas e da venda de música, o que contribuiu para o crescimento da Big Hit mesmo durante a pandemia foi a aquisição da Pledis Entertainment, casa de nomes como NU’EST e Seventeen, e da Source Music, do GFRIEND. Com BTS, TXT, GFRIEND, NU’EST e Seventeen sob sua tutela, a Big Hit abocanhou 40% das vendas entre os 100 discos mais vendidos na Coreia. Apenas as vendas de “Map of the Soul: 7”, do BTS, e de “Heng:garæ”, do Seventeen, representam 53% das vendas dos 10 mais da parada coreana.

A empresa aproveitou o encontro empresarial para anunciar os planos para seus artistas: a Big Hit deve lançar um novo grupo masculino, formado pelos vencedores do reality “I-LAND”, ainda este ano, além de planejar um novo grupo feminino da Source Music para 2021 e um novo grupo masculino para 2022. A gravadora também antecipou que o TXT deve lançar novo material ainda este ano.

Outro anúncio da Big Hit foi o show “Map Of The Soul ON:E”, do BTS. O evento será presencial, com plateia. A empresa ressaltou que o número de ingressos disponíveis para o show presencial serão limitados, de acordo com as recomendações de distanciamento social devido à pandemia do coronavírus. Os shows acontecerão nos dias 11 e 10 de outubro e também serão transmitidos online. A live realizada pelo BTS em junho teve mais de 700 mil ingressos vendidos para a transmissão online, o equivalente a cerca de 15 shows em estádios, segundo os executivos da Big Hit.