Do Han Se, do VICTON, lança primeiro álbum em carreira solo e diz que quer apresentar músicas no Brasil


  • 25/09/2021 - 10:52
  • Compartilhe:

Do Han Se falou sobre sua estreia em carreira solo com o álbum “BLAZE”

Um inimigo público que quer “dominar” a cena do k-pop. É essa a mensagem que Do Han Se, do VICTON, apresenta em seus dois primeiros singles oficiais em carreira solo. O cantor lançou neste sábado (25) seu primeiro álbum fora do grupo, o EP “BLAZE”.

Quem já acompanha a carreira do VICTON conhece as habilidades de Han Se como rapper e compositor – antes de se lançar em carreira solo, o artista já participou de processos de composição de músicas do grupo. Com “BLAZE”, Han Se promete mostrar para um novo público seus talentos não apenas como rapper, mas também como compositor. Conversamos com o rapper sobre o lançamento, para saber um pouco mais sobre essa nova fase de sua carreira.

Duas faixas do álbum foram escolhidas para liderar as atividades promocionais de Han Se como artista solo: “Take Over” e “Public Enemy”. A primeira traz influências do estilo house, popular nos anos 90, para embalar os versos do rapper, que fala sobre “dominar a cena do k-pop” na música. Sobre as influências para canção, Han Se disse para a Highway Star que apenas queria que a música soasse “extraordinária”. O processo de composição da faixa, que foi escrita por Han Se, aconteceu de modo “inverso”: o título, “Take Over”, foi escolhido antes da música sequer existir. “Então, as letras foram escritas inspiradas no título, então acho que tudo aconteceu naturalmente”, disse o rapper.

O outro single do projeto, “Public Enemy”, aposta em uma outra vertente – um estilo de rap cantado em melodias inspiradas no rock, com um som que remete a estilos de artistas como Blink 182 e do j-rock. A música traz a história de um menino que é odiado como um “inimigo público”, mas só quer ser amado, até que as pessoas possam vê-lo como ele realmente é. “A letra dessa música foi baseada em uma história pessoal minha”, confessa Han Se. “Eu queria expressar um dos meus diferentes lados por meio dessa música”, completa.

Além das duas faixas-título, “BLAZE” traz quatro outras inéditas do rapper: “Diamond”, “SLASH”, “Ride or Die” e “Scent”. No álbum, o cantor contou com a parceria de outros artistas, como BIGONE, Jayci Yucca, Skinny Brown, Kid Wine e yongyong.. “Enquanto eu trabalhava em cada música, entrei em contato com artistas que eu pensei que combinariam bem com cada uma e nós nos divertimos muito trabalhando juntos”, contou Han Se.

Para escolher quais músicas representariam todos os seus esforços em seu primeiro álbum, Han Se conta que teve um toque de seu gosto pessoal na decisão. “‘Public Enemy’ é minha música preferida do álbum”, falou o cantor, que definiu a faixa dentro do estilo “pop punk”. “Para ‘Take Over’, eu recebi boas respostas da gravadora (Play M Entertainment) e muitas pessoas gostaram da música!”, ele lembra. “Então decidi lançar um álbum com duas faixas-título”.

O estilo de “Public Enemy” dá pistas do que podemos esperar dos próximos trabalhos de Han Se. “Eu quero tentar fazer mais músicas de pop punk ou de rock no futuro!”, ele confessa. Perguntamos para o artista se teve alguma música que ele produziu para “BLAZE” que ficou de fora do álbum e que poderemos ouvir em futuros trabalhos e ele antecipou: “infelizmente não, quando o próximo álbum sair, serão novas músicas”.

Para o nome do álbum, Han Se conta que se inspirou em uma de suas várias tatuagens. No braço do artista está escrito “Blaze of Glory” (“chama da glória”). As palavras, que também dão nome a um dos sucessos do astro do rock Jon Bon Jovi em carreira solo, acabaram por inspirar o título da estreia de Han Se fora do VICTON. “Eu queria um nome conciso para o álbum, e tenho uma tatuagem em que está escrito ‘blaze of glory’ no meu braço direito, então peguei a ideia daí”.

Han Se é o segundo integrante do VICTON a se lançar em carreira solo, após Han Seung Woo, que está atualmente cumprindo o serviço militar obrigatório para todo homem sul-coreano. Sobre os colegas, Han Se conta que recebeu muito apoio para os trabalhos fora do grupo e que a reação de seus companheiros sobre as músicas “foi ótima”. Enquanto isso, o artista espera a resposta de seus fãs sobre o projeto. “Eu quero que o álbum seja como um presente de aniversário para eles”, disse Han Se, que completa 24 anos no dia do lançamento do álbum.

“Meu primeiro álbum, ‘BLAZE’, tem seis músicas de estilos variados, e cada música tem um clima diferente, então espero que vocês amem e se divirtam escutando cada uma delas. Vou me esforçar até o dia que possamos levar um show do VICTON para o Brasil e que eu possa apresentar as músicas de ‘BLAZE’ para vocês”, falou o cantor, para seus fãs do Brasil.

Enquanto não chega o dia em que poderemos ver Han Se cantando seus singles em solo brasileiro, o cantor diz que espera apresentar seus melhores lados em sua carreira solo. “A experiência que ganhei como integrante do VICTON vai me ajudar como artista solo, então estou muito empolgado!”, finaliza.

Veja o clipe de “Take Over”:

Clique para ler essa e outras entrevistas exclusivas

Acesse nosso canal no Telegram e receba atualizações sobre o mundo do entretenimento asiático