Drama “Mr. Queen” é criticado por internautas coreanos por “deturpar” a história do país


  • 15/12/2020 - 17:00
  • Compartilhe:

“Mr. Queen” é um drama época com uma história bem humorada

O drama “Mr. Queen”, da emissora tvN, tem recebido críticas de internautas coreanos mais conservadores. A trama de época tem sido criticada por “deturpar” elementos da história da Coreia.

“Mr. Queen” fez sua estreia na semana passada na tvN. O drama é uma adaptação do romance chinês “Go Princess Go”, de Xian Chen, que também ganhou uma versão em drama chinês de mesmo nome. A trama narra a história de um homem moderno mas que acaba voltando no tempo no corpo de uma mulher. Na história original chinesa, ele volta no corpo de uma princesa. Na versão coreana, o personagem Jang Bonghwan volta para o tempo da Dinastia Joseon coreana no corpo da rainha Rainha Kim Soyong (vivida por Shin Hyesun).

Os dois primeiros episódios foram ao ar na última semana, com alguns dos maiores índices de audiência para uma estreia na tvN. Apesar do sucesso, muitos internautas coreanos criticaram o drama por supostamente “tratar com irresponsabilidade a história do país”.

Bem humorado, o drama não se faz de rogado para fazer piadas de cunho sexual. Entre as críticas dos internautas, está a piada feita no drama com o Santuário de Chongmyo, listado como Patrimônio Mundial pela UNESCO. O drama também tirou sarro do polêmico caso da boate “Burning Sun”, maior escândalo da história do k-pop, que colocou nomes de artistas em investigação por crimes sexuais.

Apesar das críticas, o drama deixa claro em sua introdução que todos os aspectos retratados são ficcionais e que não possuem qualquer semelhança com a realidade.

“Mr. Queen” vai ao ar todos os sábados e domingos, na tvN.