“Ecad coreano” pede que Twitter pague direitos autorais para vídeos com músicas de k-pop


  • 23/07/2021 - 15:39
  • Compartilhe:

KOMCA, o “Ecad coreano”, protestou contra falta de pagamento por uso de músicas de k-pop

A Associação de Direitos Autorais de Músicas da Coreia (KOMCA) divulgou em seu perfil no Instagram nesta sexta-feira (23) um protesto contra a política de uso de músicas de k-pop no Twitter. O KOMCA é o órgão responsável por recolher as taxas de uso de direitos autorais de músicas de artistas coreanos e é afiliado ao Ecad (Escritório Central de Arrecadação e Distribuição), que faz a arrecadação de distribuição dos direitos autorais de músicas brasileiras.

Na publicação, o KOMCA protestou pelo fato do Twitter permitir que seus usuários utilizem músicas de k-pop em vídeos e transmissões, sem pagar por direitos autorais das músicas. “O Twitter nunca pagou nenhuma vez as taxas de direitos autorais pelo uso de qualquer música coreana”, escreveu o KOMCA, que disse que outras redes sociais, como o Facebook, o Instagram e o TikTok, já negociaram sistemas de arrecadação para o uso de músicas de artistas coreanos.

Segundo a associação, ao invés de pagar pelo direito das músicas que são compartilhadas no microblog, o Twitter “simplesmente deleta publicações quando usuários notificam uso indentivido de música com direitos autorais”.

“A música é usada de diferentes formas pelo Twitter. No entanto, a plataforma se recusa a compensar os autores das músicas por uso de conteúdo protegido por direitos autorais”, escreveu a associação.

O Twitter ainda não respondeu a publicação do KOMCA. Caso a plataforma siga as orientações da associação, é possível que a publicação de vídeos com músicas de k-pop sejam restritas na plataforma. O Twitter popularizou a publicação de vídeos de registros amadores de artistas coreanos no palco. A prática de compartilhar vídeos de artistas em eventos e shows viralizou e ficou popularmente conhecida como “fancam” (“câmera de fãs”).

Clique para ler essa e outras entrevistas exclusivas

Acesse nosso canal no Telegram e receba atualizações sobre o mundo do entretenimento asiático