Entenda a polêmica entre Leia e Fatou, do Black Swan; empresa do grupo ainda não se manifestou


  • 16/11/2021 - 12:19
  • Compartilhe:

Desentendimentos entre Leia e Fatou têm dividido fãs do Black Swan

Nos últimos dias, fãs do grupo de k-pop Black Swan se surpreenderam com um embate entre as integrantes Leia e Fatou, as duas estrangeiras do grupo. De acordo com informações divulgadas por uma pessoa que se apresentou como familiar de Leia, a paranaense estaria sofrendo bullying de Fatou.

A polêmica veio à tona quando um suposto familiar brasileiro de Leia entrou em contato com o fã-clube “Access Leia”, informando que a cantora estaria sofrendo perseguição da colega. A página de fãs usou suas redes sociais para compartilhar as informações recebidas.

Segundo o portal de fãs, Leia teria relatado o problema para a gravadora do grupo, a DR Music, que não teria tomado providências sobre o caso. Em contato com familiares de Leia, o portal Extra confirmou que as informações partiram de pessoas próximas da cantora.

A situação ganhou força quando Leia, em suas redes sociais, curtiu comentários que citavam o caso. O que seguiu foi uma série de comentários de fãs brasileiros de Leia, que pediam que Fatou e a DR Music se pronunciassem sobre o caso.

Na manhã do último domingo (14), a polêmica ganhou um novo episódio quando Fatou usou suas redes sociais para comentar o assunto. No texto, que foi excluído momentos depois, Fatou acusou Leia de “se fazer de vítima” enquanto “causa problemas para o grupo”. “Ela é uma dor de cabeça gigante para todos na empresa. Desde nosso diretor, até nossos professores e as integrantes. O grande problema é que ela sempre, a cada segundo do dia, pensa apenas nela mesma. Isso é um grupo. Ela não é uma artista solo”, escreveu Fatou.

No texto, Fatou diz que as pessoas ficam ao lado de Leia “porque ela é brasileira” e acusou a colega de ter desrespeitado seus familiares quando o Black Swan esteve na Bélgica, recentemente. Desde então, a senegalesa disse ter se afastado de Leia. “Você pode me ofender, tudo bem, mas faça algo com minha família e serei uma pessoa totalmente diferente com você”.

Fatou também escreveu que Leia “tem problemas mentais e uma hérnia de disco desde que morava no Brasil”, mas alegou que a brasileira “diz ter tido esses problemas por causa de Fatou ou da empresa (DR Music)”.

“Eu não estou dizendo que sou perfeita. Estou longe disso e sempre disse isso. Cometi muitos erros e sempre me desculpei. E depois de me desculpar, nunca mais cometerei o mesmo erro. Mas Lisa (Leia) pede desculpas e nem mesmo dois dias depois ela vai fazer a mesma coisa de novo”, escreveu Fatou. “Tem muito mais que eu gostaria de dizer, mas pelo pouco respeito que ainda tenho por ela vou parar por aqui”.

O texto de Fatou gerou novos embates entre fãs do Black Swan, que se dividiram em seus posicionamentos. Nas redes sociais, fãs internacionais acusaram fãs do Brasil de fazer comentários racistas contra Fatou. Enquanto os brasileiros, por sua vez, acusaram os fãs internacionais de fazerem comentários xenofóbicos contra os brasileiros.

Em seu perfil no Twitter, Leia falou brevemente sobre o assunto, em um comentário que já foi removido do microblog. “Olá seres humanos! Enquanto estou na empresa não posso comprometer ninguém. Gostaria muito de falar tudo o que ocorreu. E eu não concordo com o racismo que está ocorrendo por aí… decepção”, escreveu Leia, em português.

A DR Music não se pronunciou sobre o assunto. O Black Swan começou sua carreira no ano passado, com cinco integrantes: as coreanas Youngheun, Judy e Hyemi; a brasileira Leia e a senegalesa Fatou. Hyemi deixou o grupo pouco tempo após a estreia, após polêmicas sobre sua vida pessoal virem à tona.

Clique para ler essa e outras entrevistas exclusivas

Acesse nosso canal no Telegram e receba atualizações sobre o mundo do entretenimento asiático