Entrevista exclusiva: UN1TY lança novo clipe e quer apresentar a música da Indonésia para o mundo


  • 15/04/2021 - 17:08
  • Compartilhe:

Para a Highway Star, o grupo indonésio UN1TY falou sobre as diferenças entre o indo-pop e o k-pop

“Restu Waktu” é o nome do mais novo single do grupo indonésio UN1TY. O nome pode soar diferente para ouvidos mais acostumados com a sonoridade de outros idiomas asiáticos, como o coreano, o mandarim ou o japonês. Se você é um desses que não está tão familiarizado com o idioma indonésio, não tem problema. O grupo também deu um nome em inglês para a música: “As Time Allows”, que em português seria algo como “assim que o tempo permitir”. Divulgado no final de março, o vídeo já contabiliza mais de 1,5 milhão de visualizações no YouTube e oferece uma boa oportunidade para conhecer um pouco sobre o pop da Indonésia, o indo-pop.

O UN1TY é um grupo de oito integrantes que começou sua carreira no já distante ano pré-pandêmico de 2019. O octeto é formado por: Fajri, um dos vocalistas e o fã de esportes do grupo; Farhan, o rapper e mais velho da equipe; Fenly, que também integra o time responsável pelos vocais; Fiki, vocalista, caçula e integrante mais alto do grupo; Gilang, rapper que ama breakdance e compôr; Ricky, vocalista, que adora passar um tempo na academia e também se arrisca como ator e modelo; Zweitson, um dos vocais do grupo e que adora todo tipo de manifestação artística, como fotografia, cinegrafia e pintura; e Shandy, mais uma das vozes do UN1TY.

O grupo foi formado em um reality show, o “1ID Music”, com integrantes selecionados entre 500 aspirantes a cantores. “Fui selecionado entre os finalistas e passei por seis semanas de testes, até ser escolhido entre os oito selecionados, o que tem sido a melhor experiência da minha vida”, conta Farhan. 

Cada um dos meninos chegou até o programa de um jeito diferente: Shandy foi selecionado após divulgar um vídeo na internet, Fajri ficou sabendo do programa por um amigo, Fiki viu sobre a seleção em uma rede social e Gilang foi avisado por um amigo no Instagram. “Eu fiquei muito animado quando vi sobre a seleção que logo decidi participar. Eu morava muito longe de onde o programa aconteceria, mas quando fiquei sabendo que fui selecionado como finalista, me arrisquei e deixei minha cidade. Graças a Deus valeu a pena e hoje estou aqui como o rapper do UN1TY”, conta Gilang.

Já Fenly já tinha experiência na carreira artística: ele fez parte de um grupo infantil quando era criança: “Eu ainda tinha muito amor e interesse pelo mundo das artes. Então quando ouvi falar da seleção, decidi participar e viver mais uma vez minha paixão”. Ricky conta que sempre sonhou em ser artista, mas precisou lidar com o desafio da dança. “Felizmente deu certo e estou aqui realizando meu sonho”, ele diz. Quem também comenta que sempre sonhou com a carreira artística é Zweitson. “Desde pequeno eu gosto de fazer covers e a ideia de fazer parte de uma boyband sempre me pareceu interessante”, ele lembra.

Se o método de seleção por audições é parecido com o que conhecemos no k-pop, os meninos explicam que o indo-pop e o pop da Coreia do Sul são bem diferentes. “Na Indonésia, não temos muitos grupos. Acho que 80% dos artistas daqui são cantores em carreira solo, temos também algumas bandas de instrumentistas mas poucos grupos no estilo boyband ou girlband”, explica Fiki. “O estilo das músicas também é diferente, o mercado local tem muito mais músicas românticas e melódicas, enquanto o kpop é conhecido por músicas mais cheias de energia e animadas”.

Apesar das diferenças, assim como o k-pop representa a nova fase da música pop coreana, o indo-pop também é o som da nova geração dos jovens da Indonésia. O UN1TY reconhece a importância da longa relação de seu país com a música pop para escrever uma nova página dessa história. “Estamos tentando mudar o cenário e provar que uma boyband pode ter uma presença forte e duradoura na cena musical da Indonésia. Enquanto escrevemos nossas músicas, nós e nossos produtores nos inspiramos nos clássicos dos anos 90 e 2000 do indo-pop, mas tentamos tornar algo novo e original próprio do UN1TY, usando nossas experiências como pano de fundo e tendências como um toque especial do trabalho de forma geral”. explica Fajri.

Além de referências locais, para compor esse som original, os meninos do UN1TY buscam inspiração também em outros grupos pop de sucesso. “Nossos gostos musicais são muito diferentes, mas quando falamos em boybands, buscamos inspiração em nomes como BTS da Coreia, Why Don’t We dos Estados Unidos, One Direction da Inglaterra e também amamos as boybands clássicas, como New Kids On The Block, Backstreet Boys e Westlife”, compartilha Fenly. 

Ainda sobre referências musicais, Shandy acrescenta que seu ídolo é Michael Jackson e que seria um sonho ter gravado algo com o rei do pop. “Mas como grupo, nós sonhamos em gravar com nossos ídolos de grupos como BTS e Why Don’t We”, conta.

Apesar das referências diversas, os meninos falam que ainda conhecem pouco da música brasileira. “Mas eu realmente gosto de ouvir bossa nova em uma tarde chuvosa”, admite Zweitson.

Todas essas influências culminam na sonoridade única do UN1TY e do indo-pop, que pode ser bem exemplificada pelo novo single dos rapazes. “Restu Waktu” é uma balada romântica, bem do tipo que Fiki citou para falar sobre a sonoridade típica da Indonésia. A música e o novo videoclipe do grupo fazem referência ao atual momento pandêmico, em que precisamos nos distanciar das pessoas que gostamos. “Nosso single fala sobre esse sentimento de saudade. De um tempo passado ou de uma pessoa que sentimos falta. Durante essa pandemia, nós mesmos precisamos lidar com isso, então esperamos que essa música ajude a passar por esse momento com paciência, até que o tempo nos permita superar isso”, disse Fajri, citando o título em inglês da canção.

O UN1TY ainda é um grupo iniciante, com pouco mais de um ano de carreira, mas o grupo já sonha alto. “Meu sonho é ver o UN1TY com uma carreira sólida por muito tempo, a ponto de se tornar um representante da música da Indonésia para o mundo”, confessa Ricky. “Eu espero que a indústria do indo-pop continue a crescer para que possamos reviver a era das boybands e das girlbands com ainda mais diversidade”.

Para quem quer conhecer o som do UN1TY e se arriscar no mundo do indo-pop, além do novo single, os meninos recomendam a animada “No Mellow!”. “É uma música muito alegre que vai alegrar seu dia”, indica Gilang. Para novos fãs, Farhan também tem uma sugestão: “Somos um grupo de garotos tão diferentes, tão diversos como a riqueza cultural e histórica da Indonésia. Mas também somos um grupo de caras comuns, com vidas e problemas parecidos com os de qualquer pessoa da nossa idade. Então, se você quiser oito amigos com quem possa conversar, brincar e que estejam disponíveis para você sempre que você quiser, nos siga em nossas redes sociais e vamos ser amigos!”, sugere.

Acesse nosso canal no Telegram e receba atualizações sobre o mundo do entretenimento asiático