Ex-integrante do LIMITLESS faz acusações contra gravadora e integrantes do grupo


  • 11/08/2020 - 15:26
  • Compartilhe:

O cantor Yoon Heeseok, ex-integrante do grupo LIMITLESS, divulgou, na última segunda-feira (10), informações com detalhes sobre sua saída do grupo. O artista, que anunciou sua saída do LIMITLESS em maio, escreveu um longo texto, em que conta que optou por deixar o grupo por conflitos com os integrantes e por falta de apoio da empresa que lançou o grupo, a ONO Entertainment.

Na postagem, Hooseok relata sua trajetória no LIMITLESS e conta sobre as dificuldades que o grupo passou por falta de incentivo da empresa. Segundo ele, a banda não recebeu treinamento adequado e não possuía uma sala de ensaio, como é comum na indústria do k-pop.

Hooseok conta que o grupo começou sua carreira em julho de 2019 e que logo em seguida a empresa adicionou dois novos integrantes na banda. Isso teria dado início a uma série de conflitos entre Hooseok e seus colegas. O LIMITLESS lançou o seu single de estreia “Dream Play”, com quatro integrantes. Os chineses J-Jin e C.I entraram para o grupo em novembro e o grupo permaneceu como um sexteto até a saída de Heeseok.

Em sua postagem, Hooseok conta que sofreu “abuso verbal” em decorrência das desavenças com os integrantes do grupo e que tentou, por diversas vezes, buscar uma solução com a gravadora. Por falta de apoio, Hooseok afirmou que teria pedido para deixar o LIMITLESS, mas que em resposta, teria tido seu pedido postergado por diversas vezes, sempre com diferentes pretextos do presidente da empresa. Hooseok compartilhou que a situação lhe trouxe diversos problemas psicológicos. “Eu tomava remédio para dormir, tive uma grave depressão, transtorno de ansiedade e síndrome do pânico”, escreveu o cantor, que afirmou que teria também tentado tirar a própria vida durante os conflitos.

Hooseok compartilhou a situação, afirmando que relutou em fazer essa postagem, mas que não “viu outra saída”. Em maio, após sua saída do grupo, a ONO Entertainment emitiu um comunicado contrariando as informações dadas pelo cantor e afirmando que ele estaria “incomunicável”. Tais afirmações, segundo Hooseok, seriam falsas. “Eu perdi minha identidade e senti que minha vida estava desmoronando a cada dia que passava”, escreveu o cantor. “Eu fiquei totalmente perturbado quando ele (o presidente da ONO Entertainment) comentou sobre meu diagnóstico de depressão e disse qualquer um pode facilmente conseguir um diagnóstico médico para depressão”, desabafou o cantor.

Em resposta, a ONO Entertainment emitiu um comunicado afirmando, mais uma vez, que não teria conseguido finalizar o contrato de Heeseok por falta de manifestação do cantor e dizendo que muito do que foi dito por Hooseok em sua postagem “difere da verdade”. A empresa, no entanto, não esclareceu os pontos levantados pelo cantor e afirmou que não poderia comentar assuntos “que diziam respeito à vida privada de Heeseok”.

Heeseok fez parte do reality show “Produce 101”, como trainee da Jellyfish Entertainment. O trabalho mais recente do LIMITLESS é “Wish Wish”, de novembro do ano passado.

Esse texto faz menção à assuntos sensíveis. O Centro de Valorização da Vida (CVV) oferece atendimento gratuito de apoio emocional e prevenção ao suicídio. Se você estiver precisando de apoio, disque 188 ou acesse cvv.org.br. O atendimento é sigiloso e disponível 24 horas.