Governo sul-coreano cria medidas para proteger celebridades menores de idade


  • 05/10/2020 - 15:21
  • Compartilhe:

O governo sul-coreano está criando medidas para proteger celebridades e aspirantes a ídolos do k-pop que ainda não completaram a maioridade. As informações foram divulgadas no último final de semana pelo portal Naver.

Muitos jovens que sonham com uma carreira no k-pop acabam ingressando nessa indústria muito cedo, ainda antes de completar seus estudos. Com tantos artistas e aspirantes a cantores menores de idade na cena do k-pop, a preocupação do governo do país é que esses jovens possam facilmente cair em golpes ou ser expostos a situações de risco.

Para tentar manter um controle sobre a situação de artistas menores de idade em gravadoras, o governo sul-coreano exigirá que as empresas de entretenimento tornem públicas as informações sobre seus contratados no site da Agência de Conteúdo Criativo da Coreia (KOCCA). Atualmente, o site da agência exibe apenas informações básicas sobre cada empresa, mas a ideia é que seja possível investigar mais a fundo sobre o elenco das empresas pelo portal, para que anualmente a condição de trabalho dos artistas nas gravadoras e nas academias de treinamento possa ser apurada. Além disso, o governo sul-coreano irá impor restrições contra a contratação de funcionários que já tiveram histórico de participação em crimes sexuais e as empresas deverão oferecer aulas de educação sexual para os jovens contratados. As gravadoras que não registrarem os dados conforme orientação serão acionadas pelo governo.

As audições, os testes realizados para que os jovens sejam treinados pelas gravadoras, também serão monitoradas pelo governo e toda a informações sobre os testes também devem ser feitas de forma pública. A preocupação com a transparência sobre os processos de seleção se dá principalmente pois estima-se que grande parte desses testes esteja sendo realizado por meio de contatos informais, o que aumenta a chance de risco para os contratados.

O governo sul-coreano também determinará um contrato padrão para determinar as regras de aparição na TV para artistas menores de idade e as regras para os contratos dos artistas com as empresas devem ser revistas a cada três anos, para se adaptar às transformações do mercado.

As medidas foram determinadas pelo Escritório de Coordenação de Políticas Governamentais em parceria com o Ministério da Cultura, dos Esportes e do Turismo, com a Comissão de Comunicações da Coreia, da Associação de Produtores do Entretenimento da Coreia, da Federação de Empresários da Coreia e da Associação de Empresários do Entretenimento da Coreia. Na Coreia, é maioridade é atingida aos 19 anos.