Gravadora divulga documentos escolares de Kihyun, do Monsta X, para negar acusações de bullying


  • 25/02/2021 - 17:05
  • Compartilhe:

Starship Entertainment negou que Kihyun tenha praticado bullying na escola

A gravadora Starship Entertainment divulgou, nesta quinta-feira (25), um comunicado sobre as acusações de bullying contra o cantor Kihyun, integrante do grupo Monsta X. A empresa informou publicamente que apurou as acusações e afirmou que Kihyun não praticou bullying no colégio.

Kihyun foi um dos artistas envolvidos no recente movimento de acusações de bullying contra celebridades coreanas. No caso do integrante do Monsta X, a acusação partiu de um ex-colega que já havia feito queixas contra Kihyun em 2015. Na época da primeira postagem, o autor da publicação admitiu ter acusado Kihyun injustamente e se comprometeu, por escrito, a não difamar o artista novamente. Dessa vez, diante da atenção que as acusações de bullying têm recebido na mídia coreana, a gravadora do Monsta X decidiu fazer uma investigação mais detalhada sobre o caso.

“Como faz muito tempo (desde que Kihyun estava no colégio) e não queríamos deixar passar nenhum erro, levamos um tempo para confirmar o que aconteceu de várias formas. Pedimos desculpas pela demora”, disse a Starship Entertainment. A empresa informou que verificou sobre o caso com a equipe da escola onde Kihyun estudou, com ex-colegas e conhecidos e, segundo a gravadora, “a maioria dos colegas afirmaram que nunca viram Kihyun praticar nenhum ato de violência escolar”.

Para comprovar a inocência do artista, a Starship Entertainment divulgou uma série de documentos escolares de Kihyun, que trazem informações sobre o comportamento do cantor na escola. Nos boletins escolares, os professores apontaram principalmente a aptidão de Kihyun para a música. Dentre relatos de bom comportamento e boa relação com os colegas, os boletins também mostraram um certo desinteresse do cantor para outras disciplinas sem ligação com a carreira artística, mas nenhum dos documentos mostra nenhuma queixa sobre qualquer tipo de comportamento violento do artista para com seus colegas.

A Starship Entertainment termina o anúncio afirmando que pretende registrar, nesta quinta-feira (25), um boletim de ocorrência na Delegacia de Polícia de Seul pelo caso e disse ter contratado duas empresas de advocacia para cuidar do processo de difamação contra o ex-colega de Kihyun. A gravadora garantiu que todas as acusações contra o artista são falsas.

Por meio de uma rede social, Kihyun também comentou o caso e pediu desculpas por preocupar seus fãs. O artista admitiu não ter sido um estudante tão dedicado e pediu desculpas caso alguma de suas atitudes “imaturas” tenha ofendido alguém. Apesar da Starship Entertainment ter defendido a inocência de Kihyun, o cantor se desculpou e disse que aproveitará a oportunidade para refletir.

Acesse nosso canal no Telegram e receba atualizações sobre o mundo do entretenimento asiático