Gravadora do ANS nega acusações diz que o grupo não acabou


  • 25/08/2020 - 15:37
  • Compartilhe:

A gravadora ANS Entertainment divulgou um comunicado, nesta terça-feira (25), respondendo às acusações feitas pelas integrantes do grupo ANS, na última semana. Na semana passada, sete das oito integrantes do grupo ANS publicaram uma carta em que informaram que solicitaram o cancelamento do contrato com a empresa e apontaram diversas irregularidades na gravadora.

O comunicado da empresa contradiz várias das afirmações das cantoras. No texto divulgado pelas integrantes do ANS, elas relatam que devido à pandemia do covid-19, a gravadora demitiu quase todos seus funcionários e ofereceu condições de trabalho precárias para o grupo. Em resposta, a empresa disse que a empresa precisou cancelar diversos eventos devido à pandemia do coronavírus, mas que mesmo diante dessa situação, a gravadora estava preparando um novo lançamento para o ANS.

Segundo a ANS Entertainment, o lançamento foi adiado não por negligência da empresa e sim porque as integrantes se machucaram durante os ensaios. De acordo com a empresa, o fato das integrantes terem pedido revisões no contrato “foi um choque”.

“Não é verdade que violamos o contrato de exclusividade com as integrantes. Nós respeitamos o padrão de contratos da indústria de artistas da música popular”, disse a ANS Entertainment. A empresa também afirmou que não houve “qualquer problema relacionado à pagamentos”. Segundo a gravadora, essa questão é frequentemente questionada na indústria do entretenimento, mas eles seguem a orientação padrão do mercado, que diz que dos pagamentos dos artistas podem ser subtraídos os valores investidos pela empresa.

A agência afirmou que o contrato das integrantes não foi cancelado e afirmou que poderia entrar com ações legais caso elas estivessem negociando com outras empresas. “A ANS Entertainment pede que as integrantes do ANS cumpram suas obrigações conforme contrato. Para outras empresas, gostaríamos de avisar que o contrato das integrantes conosco permanece válido e que fazer reuniões com as integrantes e sugerir um novo contrato nos dá o direito de entrar com uma ação civil e criminal”.

A empresa também afirmou que o fato das integrantes e seus representantes legais terem solicitado a quebra do contrato gerou desconfianças e mal-entendidos, mas que “farão de tudo para restabelecer a situação com as sete integrantes”.

A ANS Entertainment também mencionou a relação entre as sete integrantes que divulgaram a carta e Haena, que não participou do comunicado. Segundo as cantoras, Haena estaria sofrendo problemas de saúde mental, mas não havia nenhuma desavença entre elas. No entanto, em postagens no Instagram, Haena deu a entender que poderia ter tido problemas com as colegas de grupo. A gravadora também afirmou que irá se esforçar para resolver os desentendimentos entre as cantoras.

A ANS Entertainment terminou o anúncio dizendo que tomará medidas legais contra “rumores falsos e comentários maliciosos”.

A publicação feita pelas integrantes do ANS, no blog do grupo, foi apagada pela empresa. As cantoras não se manifestaram após o comunicado da gravadora.