Homem é preso por fraude em investigação sobre caso de Kris Wu


  • 23/07/2021 - 15:01
  • Compartilhe:

Polícia de Pequim identificou que homem tentou enganar Kris Wu e jovem que acusa o cantor

O jornal chinês Beijing Youth Daily divulgou na última quinta-feira (22) informações sobre a investigação do caso que envolve o cantor Kris Wu, ex-integrante do grupo EXO. O artista foi acusado de estupro pela universitária Du Meizhu.

A jovem, que tinha 18 anos na época, alegou que foi forçada a ingerir álcool antes de ser estuprada pelo cantor. Du Meizhu relatou que foi abordada pela empresária de Kris, que lhe teria oferecido para participar de um teste de seleção para entrar na carreira artística. A universitária afirmou que possui informações sobre outras garotas que também teriam sido abusadas sexualmente, algumas delas menores de idade. O artista e sua equipe negam as acusações.

Segundo o jornal, a polícia do bairro de Chaoyang, em Pequim, apurou que Kris Wu e Du Meizhu se encontraram pessoalmente apenas uma vez, no dia 5 de dezembro de 2020, o que condiz com a versão do cantor. A investigação aponta que a empresária de Kris, de sobrenome Feng, convidou Du Meizhu para fazer um teste para estrelar um videoclipe. No local do teste, os celulares das participantes foram confiscados. Lá, mais de 10 pessoas estavam jogando e bebendo. A polícia apurou que Kris e Du Meizhu passaram a noite juntos e a jovem teria tomado café da manhã no local, quando todos os outros convidados já haviam ido embora, e desde então teria mantido contato com o cantor pelo WeChat (aplicativo de mensagens instantâneas).

A polícia da capital chinesa também apurou que Kris chegou a depositar dinheiro para Du Meizhu, para que ela pudesse fazer compras, e desde abril o cantor passou a não responder mais as mensagens enviadas por ela.

Em junho, uma amiga de Du Meizhu, que foi chamada de Liu Wen pela polícia, divulgou informações sobre o relacionamento da universitária com Kris, com objetivo de popularizar Du Meizhu na internet. No texto, a amiga da jovem descreveu que Kris estava “ignorando” Meizhu. Um homem chamado Xu também teria se envolvido na história, ajudando Meizhu a divulgar as informações sobre seu relacionamento com Kris na internet.

A polícia também identificou um homem de 23 anos, identificado como “Lu Tiao”, que teria abordado Du Meizhu pela internet em junho, dizendo ser uma garota que foi traída por Kris Wu. Após adquirir informações sobre Kris, o homem também teria entrado em contato com a gravadora do cantor, ameaçando divulgar informações sobre ele e pedindo dinheiro para manter o assunto em segredo. O homem teria pedido que a gravadora de Kris fizesse depósitos em sua conta pessoal e na conta bancária de Du Meizhu. “Lu Tiao” também teria se passado pelo advogado de Kris e incitado os desentendimentos entre os dois lados.

Segundo as informações apuradas, o homem chamado “Lu Tiao” foi preso no último dia 18, na cidade de Nantong. O homem confessou ter cometido fraude e está sendo investigado.

O Beijing Youth Daily informou que a polícia de Pequim não recebeu nenhuma denúncia da parte de Du Meizhu sobre o estupro, mas que está investigando as acusações divulgadas na internet.

Em resposta, Du Meizhu disse que “espera que o assunto seja resolvido logo” e que “está cansada”. A jovem voltou a falar que estava inconsciente quando foi levada para o quarto com Kris e disse que o cantor afirmou que “assumiria a responsabilidade” sobre o que aconteceu. “Então confiei que ele queria namorar comigo e fiquei lá para tomar o café da manhã”, ela disse. “Talvez eu seja muito dramática. Meu coração não consegue lidar com isso, por isso eu me senti depressiva depois de ter sido abandonada”, ela escreveu. Kris Wu não comentou sobre as investigações.

Clique para ler essa e outras entrevistas exclusivas

Acesse nosso canal no Telegram e receba atualizações sobre o mundo do entretenimento asiático