Hyunjoo volta a acusar April e gravadora se pronuncia


  • 19/04/2021 - 15:59
  • Compartilhe:

Integrantes do April e gravadora negaram acusações feitas por Hyunjoo

A cantora Hyunjoo, ex-integrante do April, voltou a fazer acusações contra suas ex-colegas de banda. Segundo a artista, ela teria sofrido bullying das colegas enquanto fazia parte do grupo.

O assunto começou em março, quando o irmão de Hyunjoo e uma amiga fizeram publicações na internet alegando que as integrantes do April praticavam bullying contra Hyunjoo e que esse foi o motivo de sua saída do grupo, em 2016. Na época, a DSP Media, gravadora do April, negou as acusações e afirmou que entraria com um processo contra as acusações.

No último domingo (18), Hyunjoo falou pela primeira vez abertamente sobre o assunto e reafirmou a versão dada por seu irmão e sua amiga. No texto, divulgado no Instagram, ela disse ter tido “medo de falar diretamente sobre o assunto”. Hyunjoo mencionou que a DSP Media, que ainda é sua empresa, processou seu irmão e sua amiga e disse que a versão da empresa sobre os fatos “não é a verdadeira”.

“O bullying começou em 2014, quando eu estava me preparando para a minha estreia, e continuou até 2016, quando deixei o grupo”, escreveu Hyunjoo. Segundo a cantora, ela tentou falar sobre o assunto com a empresa, mas isso só teria feito ela ser “perturbada ainda mais”. “Eu só podia falar com meus pais rapidamente e apenas na frente de nosso empresário, e com isso, a situação só piorou”, ela relatou.

Hyunjoo também falou sobre quando deixou o April e disse que precisou divulgar um comunicado escrito pela gravadora sobre sua saída: “Eu tive que lidar com comentários maldosos, fui ridicularizada e tratada como traidora”.

A ex-April também disse que decidiu falar sobre o assunto para que ela pudesse superar o trauma e mencionou que todas suas atividades foram interrompidas pela DSP Media, sem o seu consentimento.

Após a publicação do texto de Hyunjoo, duas integrantes do April se manifestaram. Chaewon e Yena negaram as acusações da ex-colega. “Eu queria provar a verdade dos fatos na justiça, mas eu não podia mais ficar calada diante de tantas informações falsas”, disse Yena.

Segundo Yena, Hyunjoo se distanciou do grupo e “agia como se fosse a vítima de qualquer situação”. “Mesmo se algo acontecia por engano, ela nos tratava com agressoras”, disse. “Eu quero falar de uma vez por todas que eu nunca houve bullying, exclusão, comportamento ou palavras violentas, a única verdade é que todas nós estávamos sofrendo na época”.

Chaewon reforçou a versão da colega e disse que possui provas de que possuía uma boa relação com Hyunjoo desde antes da estreia do April. A cantora também disse que “cuidava especialmente de Hyunjoo pois sabia que ela era fraca física e mentalmente”. “Todas nós começamos a carreira muito novas e como ainda éramos muito imaturas, todas nós passamos por situações difíceis”, disse negando as acusações.

Depois, foi a vez da DSP Media comentar o caso. Segundo a gravadora, o “comportamento irresponsável de Hyunjoo e de seus conhecidos tem causado problemas para a empresa e para suas ex-colegas”.

“As integrantes (do April) que foram afetadas por isso estão desesperadas para revelar toda a verdade e provar sua inocência. No entanto, ficamos preocupados que isso pudesse gerar uma troca de acusações que poderiam ser sensíveis e causar danos aos dois lados sem que a situação fosse resolvida. Por isso, decidimos revelar a verdade de forma objetiva por meio de uma investigação justa e imparcial com autoridades da justiça”, disse a DSP Media. “Toda a verdade e injustiça pela qual as integrantes (do April) estão passando serão reveladas em breve por meio de procedimentos legais”, finalizou a empresa.

Acesse nosso canal no Telegram e receba atualizações sobre o mundo do entretenimento asiático