Ilhoon, ex-BTOB, é condenado a dois anos de prisão por uso de maconha


  • 10/06/2021 - 13:51
  • Compartilhe:

Ilhoon também precisará pagar multa de mais de R$600 mil

O cantor Jung Ilhoon, ex-integrante do grupo BTOB, foi condenado à prisão por uso de drogas. O Tribunal do Distrito Central de Seul, na Coreia do Sul, divulgou a sentença do caso do cantor nesta quinta-feira (10).

Ilhoon foi condenado a dois anos de prisão e recebeu uma multa de 133 milhões de wones (aproximadamente R$605 mil) por violar o código de Controle de Narcóticos da Coreia do Sul. O consumo, posse ou venda de drogas são considerados crimes na Coreia do Sul.

O ex-integrante do BTOB estava sob investigação sob a suspeita de ter comprado e feito uso de 826 gramas de maconha e por ter gastado cerca de 130 milhões de wones (cerca de R$590 mil) em 161 ocorrências registradas entre 5 de julho de 2016 e 9 de janeiro de 2019. Ilhoon foi julgado junto com outros réus, que teriam comprado e feito uso das drogas com ele.

“Os réus se comunicavam pela ‘deep web’ para que seu crime não fosse facilmente descoberto e usavam métodos criminosos elaborados, como fazer transações com a criptomoeda bitcoin”, disse o Tribunal de Seul. Ilhoon e outro réu, de sobrenome Park, foram identificados pela justiça coreana como “os mandantes do crime”.

Ilhoon está atualmente cumprindo o serviço militar obrigatório. Ele se alistou em maio de 2020 e saiu do BTOB em dezembro do ano passado, quando a investigação veio à tona.

Clique para ler essa e outras entrevistas exclusivas

Acesse nosso canal no Telegram e receba atualizações sobre o mundo do entretenimento asiático