Integrante do P1Harmony e FNC Entertainment se manifestam após acusações de racismo


  • 04/09/2020 - 14:57
  • Compartilhe:

O grupo P1Harmony, nova aposta da FNC Entertainment, nem estreou e já está envolvido em uma grave polêmica. O integrante Keeho foi acusado por internautas de ter feito comentários racistas.

As acusações começaram quando uma conta do cantor no Twitter foi divulgada. Ao revistar antigas postagens de Keeho, internautas identificaram tuítes polêmicos. Em alguns deles, o cantor fazia comentários ofensivos contra integrantes do BTS e do EXO. Algumas garotas negras que tiveram contato com Keeho também acusaram ele de ter feito ofensas racistas contra elas.

Os tuítes começaram a circular principalmente após a FNC Entertainment divulgar as primeiras fotos do P1Harmony com Keeho. O grupo fará sua estreia ainda este mês.

Em resposta, a FNC Entertainment emitiu um comunicado, nesta sexta-feira (4), em que defende o cantor das acusações. Segundo a gravadora, Keeho estudou no Canadá e, durante o período em que esteve fora da Coreia, ele compartilhava sua senha do Twitter com alguns amigos. De acordo com a FNC, “certas postagens problemáticas que ganharam repercussão não foram escritas por Keeho”.

A empresa ainda defendeu o artista e disse que, por ter crescido na América do Norte, “ele é mais sensível à discriminação racial do que qualquer outra pessoa”.

Sem mencionar os comentários feitos por Keeho sobre grupos como BTS e EXO, a FNC disse que “todos os artistas de k-pop servem de modelo para Keeho e ele admira todos eles”.

Depois, Keeho se pronunciou, em uma carta aberta escrita de próprio punho, reafirmando o que a FNC disse, sobre as postagens terem sido feitas por terceiros. “Naquela época, amigos próximos tinham minha senha e tuitavam em minha conta frequentemente”, escreveu Keeho. “No entanto, o dono da conta era eu e o fato de eu não saber o que estava sendo publicado é minha culpa. Peço sinceras desculpas”.

Keeho ainda disse que por ser uma pessoa “que veio de uma comunidade de origens raciais diversas”, “entende a complexidade e a seriedade do racismo e da discriminação racial”.

O cantor termina o texto pedindo desculpas. A FNC Entertainment finaliza dizendo que “espera que os mal-entendidos sejam resolvidos em breve e que a pessoas possam acompanhar o crescimento de Keeho como artista”.

O P1Harmony terá seis integrantes e fará sua estreia em um filme de ficção científica. A empresa já divulgou também um vídeo de dança do grupo. Nesta sexta-feira, a gravadora também divulgou as imagens dos integrantes Jongseob, Soul e Intak.