Justiça coreana divulga lista de participantes eliminados injustamente das competições da série “Produce 101”


  • 19/11/2020 - 14:19
  • Compartilhe:

O caso de manipulação indevida de votos na série de competições musicais “Produce 101” ganhou um novo desdobramento. Na última quinta-feira (18), a Justiça sul-coreana divulgou uma lista dos participantes que foram eliminados injustamente da competição.

A investigação sobre o sistema de votação do reality show começou no ano passado, após o final da última temporada do “Produce 101”, quando telespectadores suspeitaram de manipulação dos votos da atração, ao detectar erros de cálculo nos números apurados apresentados pela Mnet, emissora que transmitiu a competição e que faz parte do grupo CJENM. Após telespectadores entrarem com uma ação legal, deu-se início à investigação, que confirmou a manipulação e culminou na condenação do produtor do programa e outros membros da produção. A polêmica afetou não apenas a reputação das competições produzidas pela Mnet mas também as atividades dos grupos formados nos programas, como o X1, que se separou antes do previsto devido à polêmica.

O tribunal de Seul divulgou a lista de participantes que foram eliminados pela manipulação de votos e afirmou que eles devem “receber uma compensação pelos danos causados”. Os nomes dos competidores foram beneficiados pela manipulação não foram divulgados, visto que o tribunal julgou que eles não estavam cientes da fraude e a divulgação de seus nomes poderia afetá-los injustamente.

Os participantes prejudicados pela votação são:

“Produce 101”

Primeira etapa de votação: Kim Suhyun e Soe Hyelin

“Produce 101” – 2ª temporada

Primeira etapa de votação: Seong Hyunwoo (A.M, do LIMITLESS)
Quarta etapa de votação: Kang Dongho (Baekho, do NU’EST)

“Produce 48”

Quarta etapa de votação: Lee Gaeun e Han Chowon

“Produce X 101”

Primeira etapa de votação: Anzardi Timothee
Terceira etapa de votação: Kim Kookheon (do B.O.Y) e Lee Jinwoo (do GHOST9)

Em resposta, a gravadora Pledis Entertainment, casa do NU’EST, comemorou. “Estamos felizes em saber que finalmente foi revelado que Baekho foi uma vítima, ainda que seja tarde. Iremos observar as medidas que serão tomadas a partir de agora”, disse a empresa ao portal Newsen.

Já a Mnet afirmou em comunicado que “buscará compensar os participantes prejudicados”, sem afirmar quais medidas serão tomadas. “Desde que a questão foi levantada, a Mnet tem discutido qual seria a compensação dada aos participantes afetados”, declarou a emissora que disse que “alguns pontos já foram definidos e outros ainda estão em discussão”.

“Iremos nos responsabilizar até o fim e fazer o melhor para reparar os danos causados a todos os participantes divulgados na lista pelo tribunal”, finalizou a emissora. Em outro comunicado, a Mnet garantiu que o grupo IZ*ONE, formado no “Produce 48”, não terá suas atividades afetadas pela divulgação da lista de participantes eliminadas injustamente. O grupo planeja lançar um novo álbum no início de dezembro e está escalado para se apresentar no Mnet Asian Music Awards (MAMA).