KakaoM renova com Spotify e músicas de k-pop voltam para a plataforma


  • 11/03/2021 - 13:17
  • Compartilhe:

Retirada de músicas de k-pop do Spotify gerou revolta em fãs

A distribuidora coreana KakaoM anunciou, nesta quinta-feira (11), que renovou o contrato de distribuição das músicas de seus artistas para a plataforma de streaming Spotify.

No início deste mês, fãs de k-pop foram surpreendidos ao perceber que centenas de músicas de artistas sul-coreanos foram retiradas do Spotify. Depois, as duas empresas divulgaram explicações sobre o assunto e indicaram opiniões divergentes sobre um impasse contratual sobre o licenciamento das músicas.

Ao que tudo indica, finalmente as questões entre as empresas foram resolvidas e as músicas retiradas irão retornar para a plataforma. “As duas empresas concluíram as negociações sobre a renovação do seu contrato de licenciamento global. Com isso, o conteúdo da Kakao Entertainment estará disponível em todos os territórios do Spotify, incluindo na Coreia do Sul”, disseram as empresas, em comunicado.

Recentemente, o Spotify lançou seu serviço de streaming na Coreia do Sul, país que tem como principal plataforma de audição musical o Melon, que pertence ao grupo da KakaoM. Desde a chegada do Spotify na Coreia, as músicas dos artistas da KakaoM não foram disponibilizadas na plataforma sueca e, posteriormente, foram retiradas também para outros países.

“As músicas dos artistas da Kakao Entertainment estarão disponíveis no Spotify mais uma vez para fãs internacionais dentre os mais de 345 milhões de ouvintes do Spotify em 170 países ao redor do mundo. Como a missão do Spotify é conectar artistas com fãs de todo o mundo e levar música para para todo o mundo, estamos felizes em chegar também aos ouvintes coreanos não apenas com essas músicas, mas com nosso acervo de mais de 70 milhões de faixas e mais de 4 milhões de playlists”, disse um representante do Spotify.

O Spotify disse “continuar comprometido a trabalhar em negociações com artistas, selos e detentores de direitos autorais para causar um impacto positivo no serviço de streaming na Coreia”.

A KakaoM comentou a renovação do contrato, que determina sobre o licenciamento de músicas de seus artistas para todos os mercados do Spotify, incluindo a Coreia do Sul. “Por meio de diversas parcerias internacionais, incluindo o Spotify, iremos ajudar nossos artistas a conectar usuários ao redor do mundo e criar mais oportunidades para as pessoas ouvirem k-pop”, disse a distribuidora, que afirmou que irá “manter seu compromisso em proteger os direitos dos artistas, dos selos e detentores de direitos autorais” para “contribuir para o crescimento do ecossistema da indústria da música coreana”.

Álbuns de nomes como Monsta X e KARD já estavam disponíveis novamente no Spotify até o fechamento desta matéria.

Acesse nosso canal no Telegram e receba atualizações sobre o mundo do entretenimento asiático