Lee Soo Man pede que China “abra as portas” para o k-pop


  • 04/02/2021 - 17:26
  • Compartilhe:

Lee Soo Man acredita que o k-pop precisa do mercado chinês

O empresário e produtor Lee Soo Man, fundador da SM Entertainment, falou em entrevista sobre a importância do mercado chinês para a expansão do k-pop. Um dos maiores “figurões” da indústria fonográfica coreana falou sobre o assunto em entrevista ao programa “Monthly Connect”, da emissora coreana tvN.

Durante a entrevista, Lee Soo Man falou sobre a importância do mercado chinês para a consolidação global do k-pop. “O k-pop terá uma nova fase na China. Estamos em um momento em que é preciso ir para a China para produzir e criar conteúdo para se tornar o número um no mundo”, disse Soo Man.

Para o programa, o produtor falou que “sonha em ver a Coreia se tornar o país líder de produção de conteúdo do mundo” e afirmou que voltar às boas relações com a China é imprescindível para a consolidação do k-pop. “A China precisa abrir suas portas para a Coreia mais uma vez. Todos os maiores produtores da Coreia, como J.Y. Park, da JYP Entertainment, e Bang Si Hyuk, da Big Hit Entertainment, deveriam entrar no mercado chinês para formar a ‘Hollywood da Ásia”, disse.

A relação entre a China e a Coreia está estremecida por uma questão política. Em 2017, foi instalado na Coreia o sistema antimísseis norte-americano chamado Terminal de Defesa Aérea para Grandes Altitudes, conhecido pela sigla em inglês THAAD. O sistema foi uma iniciativa dos Estados Unidos para proteger a Coreia do Sul de um possível ataque dos vizinhos da Coreia do Norte. A instalação do sistema antimísseis aconteceu após um ataque da Coreia do Norte, que aconteceu na contramão de sanções de aproximação entre os países.

A instalação dessa operação gerou polêmica não apenas na Coreia, mas também entre outros países, em especial a China e a Rússia, que se opuseram à instalação. A reação chinesa foi fechar as portas para produtos coreanos e dificultar as relações com o país, o que afetou também o entretenimento. Apesar das desavenças políticas, muitos artistas coreanos mantiveram sua popularidade entre os chineses e, nos últimos tempos, o país tem dado sinais sobre uma reaproximação.

Após a entrevista de Lee Soo Man, internautas coreanos aproveitaram para “alfinetar” o produtor. Muitos lembraram sobre as disputas judiciais entre artistas chineses e a SM Entertainment, como Hangeng (ex-Super Junior), além dos ex-integrantes do EXO, Huang Zitao, Luhan e Kris Wu. “Ele deveria se dedicar a cuidar melhor de seus artistas primeiro”, disparou um internauta.

Acesse nosso canal no Telegram e receba atualizações sobre o mundo do entretenimento asiático