Woojin, ex-Stray Kids, tomará medidas legais contra acusações de assédio sexual


  • 01/02/2021 - 15:43
  • Compartilhe:

Woojin foi acusado por internautas de ter cometido assédio sexual

O cantor Kim Woojin, ex-integrante do grupo Stray Kids, anunciou que tem tomado medidas legais contra as acusações de assédio sexual que recebeu no ano passado. As informações foram divulgadas nesta segunda-feira (1º) pela agência do artista, a 10x Entertainment.

Woojin foi criticado por internautas após duas contas no Twitter divulgarem relatos de que teriam sido assediadas pelo cantor. Segundo as informações, divulgadas em perfis anônimos, duas garotas estrangeiras teriam sido assediadas por Woojin em um bar em Seul, em abril do ano passado. Pelo Twitter, elas contaram que o cantor teria se apresentado para elas como “uma estrela do k-pop” e que teria tocado em seus corpos sem permissão.

Na época, ele negou as acusações e afirmou que prestaria um boletim de ocorrência por calúnia e difamação. Yoo Yi Sak, diretor da 10x Entertainment, divulgou novas informações sobre o caso e disse que, após as acusações, o artista tem sofrido uma série de ataques na internet.

A agência também contestou as provas apresentadas pelas internautas que acusaram Woojin. As moças divulgaram imagens do bar onde teria acontecido o assédio, que mostram um homem usando a mesma blusa que Woojin teria usado no dia. Na imagem, não é possível ver o rosto do homem. Segundo a gravadora, o cantor nunca esteve no tal bar e a foto divulgada foi retirada sem autorização do perfil em uma rede social de um outro homem, que usava uma roupa parecida com a de Woojin.

“Kim Woojin tem passado por momentos difíceis após os rumores que foram criados por fãs internacionais mal-intencionados de k-pop. Nós já entramos com um processo com nosso advogado. Não podemos revelar detalhes, mas a polícia já identificou internautas suspeitos, que estão sendo investigados. Kim Woojin é inocente e iremos tomar todas as medidas necessárias sem qualquer possibilidade de negociação”, afirmou a empresa.

As contas no Twitter que acusaram o cantor foram deletadas e não voltaram a se manifestar sobre o assunto.

Kim Woojin deixou o Stray Kids e a JYP Entertainment em 2019 e está se preparando para se lançar em carreira solo.

Acesse nosso canal no Telegram e receba atualizações sobre o mundo do entretenimento asiático