Zheng Shuang é investigada por sonegação fiscal


  • 07/05/2021 - 17:00
  • Compartilhe:

Zheng Shuang virou alvo de mais uma polêmica

A atriz chinesa Zheng Shuang está no centro de mais uma polêmica. Depois de ser acusada de abandonar seus filhos, a atriz está sendo investigada por sonegação fiscal. A informação é do portal China Daily da última quarta-feira (5).

Segundo o portal, Zheng Shuang está sendo investigada por sonegar os tributos que seriam devidos pelos altos valores de cachê cobrados pela atriz. A investigação está sendo conduzida pelo Serviço de Impostos Municipal de Xangai.

A atriz está sendo acusada de usufruir de uma “manobra fiscal”, chamada na China de “yin e yang”. Os contratos “yin e yang” são aqueles que têm duas versões: uma com o valor real do acordo, que é usada apenas para uso das partes; e outra com um valor reduzido, que seria usada para fins de declaração fiscal.

Na semana passada, um perfil gerenciado pela agência da atriz, o Zheng Shuang Studio, usou o Weibo para confirmar que a artista está sendo investigada por sonegação fiscal, mas que está “à disposição para colaborar com a auditoria e divulgar os resultados”.

A investigação vem após uma informação divulgada por Zhang Heng, ex-companheiro e empresário da atriz, que mostrou que Zheng Shuang teria recebido ¥160 milhões (aproximadamente R$130 milhões) pelo seu papel no vindouro drama “A Chinese Ghost Story”.

O valor impressionante está gerando uma série de discussões na China sobre os altos valores pagos no cachê de atores e atrizes do país e sobre as estratégias usadas no entretenimento para driblar os impostos. No Weibo, uma publicação do portal TianYanCha chamou à atenção por acusar alguns estúdios de artistas de encerrarem suas atividades na última semana para escapar da auditoria fiscal gerada pelo caso de Zheng Shuang.

Acesse nosso canal no Telegram e receba atualizações sobre o mundo do entretenimento asiático